Quando falamos em Gorduras, logo pensamos em algo que não é saudável, que DEVEMOS EVITAR A QUALQUER CUSTO! Por muito tempo ouvimos a mídia falar que elas são as principais causadoras de diversas doenças. Leia mais sobre Gordura e o Emagrecimento.

emagrecer de forma definitiva

Gordura e o Emagrecimento

Estudos recentes apontam que a gordura natural dos alimentos é possivelmente uma eficiente forma de energizar o organismo. Elas são essenciais e uma ótima fonte de boas calorias e energia estável e duradoura ao organismo diferente do carboidrato. No contexto certo elas ajudam você a EMAGRECER.

Se você quer PERDER PESO, não basta somente adicionar mais gorduras boas na sua dieta e não reduzir o consumo de carboidratos.

Por isso que se ouve falar tanto na DIETA LOW CARB. Ela se fundamenta no consumo reduzido de carboidratos, onde se substitui a glicose como fonte de energia pelos CORPOS CETÔNICOS que são a base da energia obtida através de gorduras boas.

Gordura faz mal à saúde?

A JAMA (Journal of America Medicine Association) em uma publicação se manifestou: ” O foco em substituir as gorduras naturais dos alimentos por um maior consumo de alimentos ricos em carboidratos não alcançou as metas de saúde e pelo contrário, inquestionavelmente provocou dano.”

É muito comum ver anúncios e comerciais falando sobe pílulas para emagrecer, mas será que isso funciona? Leia o nosso artigo completo sobre as pílulas para emagrecer

Em razão disto, as diretrizes dietéticas oficiais do USDA de 2015, removeram os limites superiores de consumo às gorduras naturais, inclusive as saturadas, efetivamente liberando o consumo em qualquer quantidade uma vez que foi comprovada a completa ausência de comprovação entre elas e qualquer tipo de doença. Foi o fim da era Low Fat, oficialmente.

Tipos de Gorduras

  • Gordura Saturada
  • Gordura Monoinsaturada
  • Gordura Poliinsaturada

Gordura Saturada

gordura e o emagrecimento
Gordura e o Emagrecimento

É a gordura mais estável. Ela não se degrada no calor ou luz, sendo ideal na culinária. São eficientes formas de energizar o corpo e são eficientes gorduras carreadoras (embrulham e carregam nutrientes, vitaminas, princípios ativos e outros para dentro do SNC com maior eficiência). Por isso que a Medicina Ayurveda (ancestral da Índia) prepara suas fórmulas medicinais cozinhando ervas na manteiga ghee.

Como exemplos temos:

  • manteiga
  • manteiga ghee
  • óleo de coco
  • chocolate amargo
  • plantas oleaginosas tropicais (coco, palma,dendê, palmiste, babaçu, manteiga de cacau).

São gorduras de fácil digestão, principalmente as de cadeia curta e média (TCMs) encontrados no óleo de coco e que facilmente se convertem em CORPOS CETÔNICOS (equivalente a glicose dos carboidratos).

Óleo de coco: muito utilizado na culinária de tribos e populações da Indonésia, Tailândia e sul da Índia onde o coco é abundante e também como cosmético e até na medicina.

Manteiga Ghee: Utilizada no norte da Índia.

Banha do porco e gordura de Javali: Os europeus utilizavam muito e nossos avós também.

Gordura Monoinsaturada

Gorduras Boas
Gorduras Boas

Funcionam também como fonte de energia porém são um pouco menos fáceis de digerir se comparado as saturadas. Elas também são resistentes ao calor mas um pouco menos.

Como exemplo temos:

  • abacate
  • azeite
  • azeitonas
  • macadâmias
  • açaí
  • gergelim

DICA

O azeite de oliva também é bom para cozinhar, resiste bem para refogar e até em cozimento normal. Só não são apropriados para a fritura. Fique atento as marcas pois algumas delas já foram reprovadas em vários testes de pureza. Muitas indústrias adicionam óleos inferiores poliinsaturados. Cuidado com a falsificação do azeite! (azeite bom tem valor, desconfie dos baratos)

  • Azeite extravirgem (rico em polifenóis – antioxidantes): indicado em saladas
  • Azeite virgem: indicado para cozinhar (preço é bem menor)

Gordura Poliinsaturada

Gorduras prejudiciais
Gorduras prejudiciais

É o tipo mais frágil de gordura. Ela estraga no calor e  é o pior escolha para usarmos na cozinha. É uma gordura inflamatória que seu corpo não reconhece como algo biológico. Seu corpo pode demorar até sete anos para eliminar este tipo de resíduo.

Ela é tão prejudicial que a OMS estipulou que não existe quantidades mínimas inofensivas. Qualquer quantidade causa dano. Elimine o máximo que você puder esta substância da sua dieta. Ela está muito presente nos alimentos industrializados. FIQUE ATENTO!!!

São as piores opções de gorduras alimentares disponíveis no mercado. Possuem grandes quantidades de ômega 6 ( condição pró-inflamatória), o que causa um desequilíbrio no organismo.

Como exemplo temos:

  • óleo de canola
  • soja
  • milho
  • girassol
  • algodão
  • gorduras hidrogenadas

EVITE A TODO CUSTO COZINHAR COM GORDURA POLIINSATURADA (gorduras de plástico) E TAMBÉM CONSUMIR ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS ONDE ESTEJA ESCRITO GORDURA HIDROGENADA OU VEGETAL.

Se você quer fazer um favor a seu corpo, elimine o óleo poliinsaturado 100% da sua dieta. Ele é uma gordura vegetal estragada, inflamatória que seu corpo não reconhece como algo biológico (XENOBIÓTICO).

⇒ Me conte se você gostou de aprender um pouco mais sobre Gordura e o emagrecimento!

⇒ Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos!

⇒ Não esqueça de curtir minha página no facebook!

Artigos de interesse:

https://flaviopassos.com/2016/04/10/oleo-de-canola-sera-que-e-saudavel-mesmo/

http://: https://flaviopassos.com/2016/10/03/o-melhor-oleo-da-natureza/

Livros:

GORDURAS INTELIGENTES – Como as Gorduras e os Óleos afetam as inteligências mental, física e emocional – da Editora ROCA

A DIETA DA MENTE – Dr. David Perlmutter e Kristin Loberg